Espicaçando o Marketing

Em tempos bicudos, de transformações e mudanças, há que espicaçar. Quem pode espicaçar? Todos e cada um que tem um mínimo de discernimento do presente e sabem que à semelhança do que aconteceu com o Titanic, não tem sentido continuar tocando na orquestra.

quinta-feira, julho 13, 2006

A ficha tá caindo!


Uma forma atual e diferente de ver o mercado está sendo mais do que objeto de falação no chamado primeiro mundo. Essa nova ‘abordagem e análise’ está sendo escrita e até traduzida para o restante do mundo.

Uma das frases mais marcantes é a de que mercados são conversações – interrompendo o intenso reinado da comunicação massificada para um público inerte e aparentemente silencioso. “Não somos simplesmente globos oculares” – complementam.

Se um dos grandes pioneiros dessa discussão é o Manifesto da Economia Digital (e Cluetrain com as suas 95 teses), quais são os desdobramentos?

Veja por exemplo este título:


The Long Tail – Why the Future of Business is Selling less of more – autor: Chris Anderson.

Ele é o editor da revista Wired – e trabalha nesse livro a tese da diminuição do mercado de massa e a rápida e crescente expansão do mercado de nicho. Daí que se traduzirmos diretamente o título: “Um Rabo Comprido”, o autor chama a atenção para o jeitão da curva ascendente e longa no gráfico – retratando o crescimento dos negócios construídos em cima do novo paradigma. É lento mas sustentável e acaba chegando onde se quer chegar!

Ou então este outro:


Naked Convesations: How blogs are changing the way businesses talk to customers – autores: Robert Scoble e Shel Israel

Robert Scoble é responsável pelo Channel 9 da Microsoft – um dos mais populares blogs na Internet. E é um blog que nasceu debaixo das barbas (ralas) de Bill Gates. E autorizado – by the way.

Já Shel Israel esteve envolvido nas estratégias de lançamentos de produtos de tecnologia e serviços – vide Power Point e Sun Microsistems.

O livro trabalha o tema do blog e da sua força crescente no mundo dos negócios e do relacionamento com o mercado.

Em inglês, os 6 pilares a seguir (que são: 1. Todos podem publicar (postar); 2. Você será achado; 3. É social – conversas; 4. É viral; 5. É monitorado (efeito RSS); 6. Tudo é linkado)

Bloggings's Six Pillars: There are six key differences between blogging and any other communications channel. You can find any of them elsewhere. These are the Six Pillars of Blogging:

1.Publishable.Anyone can publish a blog.You can do it cheaply and post often. Each posting is instantly available worldwide.

2.Findable. Through search engines, people will find blogs by subject, by author, or both. The more you post, the more findable you become.

3.Social. The blogosphere is one big conversation. Interesting topical conversations move from site to site, linking to each other. Through blogs, people with shared interests build relationships unrestricted by geographic borders.

4.Viral. Information often spreads faster through blogs than via a newsservice. No form of viral marketing matches the speed and efficiency of a blog.

5.Syndicatable. By clicking on an icon, you can get free "home delivery" of RSS- enabled blogs into your e-mail software. RSS lets you know when a blog you subscribe to is updated, saving you search time. This process is considerably more efficient than the last- generation method of visiting one page of one web site at a time looking for changes.

6.Linkable. Because each blog can link to all others, every blogger has access to the tens of millions of people who visit the blogosphere every day.

You can find each of these elements elsewhere. None is, in itself, all that remarkable. But in final assembly, they are the benefits of the most powerful two-way Internet communications tool so far developed.


P.S. - Aceito doações de qualquer dois títulos.
P.S. 2 - Mais pra frente vamos explicar melhor o significado de RSS.

3 Comments:

Blogger Lou said...

Já cancelei a matrícula no curso de Blogs e estou esperando a próxima aula. Essa foi ótima.

1:14 PM  
Blogger Volney Faustini said...

Desobri ontem mesmo, que o jornal VALOR ECONOMICO também fez um bom comentário sobre o livro LONG TAIL - aliás eles traduziram por Cauda Longa. E diz que os siliconados (i.e. - executivos do vale do silicio) qdo vão assistir uma palestra fazem aposta pra adivinhar quantas vezes o mantra long tail será mencionado.

Espero que assim fique mais claro o que trata o livro.

Lou, vc é sempre bem vindo - até porque nestas aulas vc sempre senta na frente!

2:10 PM  
Blogger Volney Faustini said...

Quero agradecer a mim mesmo que me dei o livro NAKED CONVERSATIONS.

Então, não se preocupem com esse título específico, pois já estou a ler.

Já o LONG TAIL ...

7:10 AM  

Postar um comentário

<< Home